betesda


dos sentidos
Março 31, 2009, 4:57 pm
Filed under: betesda

Ver. Cheirar. Tocar. Provar. Ouvir.
Dias em que uns valem mais do que outros. Dias apagados e outros tão acesos que qualquer estímulo nos deixa alerta. A luz desperta-nos os sentidos. A temperatura amena é convidativa ao estar na rua. Tudo pode ser quando desejamos que seja.



Março 30, 2009, 4:58 pm
Filed under: betesda, ficção, mix

Tomou um lexotan e enfiou-se na cama. Evitava a todo custo magoar-se. As mágoas estão nos pequenos gestos e descobertas que se fazem sem querer. Inadvertidamente escutou uma conversa menos própria. E escondeu-se. No seu refúgio de sempre. Uma cama que assistira à passagem de várias vidas. Todas dele. Todas vidas num desfile de outras pequenas mágoas. Não sabia o que era sofrer. Isso evita-se! Escondemo-nos e seguimos como sempre e como nunca.